Blood of Olympian
Seja muito bem vindo, caro Herói. Pegue suas armas e se prepare, o Acampamento corre perigo.Qual lado você prefere defender?

Todos sabiam que batalhas estavam prestes a acontecer. E enquanto Hades montava seu pequeno exército de cinco garotos extremamente poderosos e, definitivamente, com o genio do pai, os lideres campistas treinavam os semi deuses para a batalha final. Enquanto isso no Olimpo, os deuses decidiam o que fazer, e assim, Zeus permite mais uma vez que os deuses se comuniquem com seus filhos. Isto gerou extrema confusão, e divisão de opiniões, mas eles precisavam aceitar o sangue que era seu sangue, ou então, este sangue seria cruelmente derramado.


Blood of Olympian on Messenger:

group1467947@groupsim.com
enjoy! (:

Aviso Aviso
Zeus Poseidon Hades

20.12.2020 - tarde

Tempo frio, uma camada fina de neve cobre o gramado da Colina. Por motivos de segurança dos próprios campistas, todos os Semi-deuses foram aconselhados a voltarem para o Acampamento e passarem as festas lá.

Ações:

▪ Campistas regressando para a Colina
▪ Centauros enlouquecendo tentando conter as brigas
▪ Sátiros voltando de suas missões
▪ Ninfas dando as boas vindas aos campistas
▪ Caçadoras tentando manter-se afastadas dos campistas, principalmente dos garotos.

Últimos assuntos
» Que me lembra...
Sab Fev 12, 2011 1:28 pm por Sophie Bell

» Avatares&Sings
Seg Fev 07, 2011 3:56 pm por Charlie Wilson

» Aumenta o volume, deixa como está ou desliga o som? ♪
Dom Fev 06, 2011 7:21 pm por Charlie Wilson

» Assiste atento, só um pedaço ou quebra a tv?
Sab Fev 05, 2011 1:04 pm por Charlie Wilson

» Que horas são?
Sab Fev 05, 2011 1:02 pm por Charlie Wilson

» O que você diria se acordasse com a pessoa acima?
Sab Fev 05, 2011 12:35 pm por Charlie Wilson

» Lista de Cannons
Sex Fev 04, 2011 8:20 pm por Pamela Chanstan

» Pêra, uva, maçã, salada mista ♪
Sex Fev 04, 2011 12:44 pm por John Hook

» Stock One
Sex Fev 04, 2011 11:00 am por Phoebos


link do bottom
para parcerias, entre com o login Parceria, senha Blood5 e mande uma MP para a conta Olimpo contendo o link de seu fórum e o bottum.


Gossip Hightown Hogwarts Revelium where live the KANGAROOS Terra de Ninguém

D'Arck, Wendy

Ir em baixo

D'Arck, Wendy

Mensagem por Wendy D'Arck em Seg Dez 20, 2010 9:16 pm

Sons of Atena


    I a m n o t t h e k i n d o f g i r l
    w h o s h o u l d b e r u d e l y b a r g i n g
    i n o n a w h i t e v e i l o c c a s i o n



D A D O S G E R A I S
Nome completo: Wendy Elisha D'Arck
Idade: 15 anos
Data de nascimento: 16 de Novembro
Progenitor Olimpiano: Atena
Familiares humanos: Henry D'Arck (pai) e Mariane D'Arck (madrasta)

O U T R A S I N F O R M A Ç Õ E S
Maiores habilidades: eu tenho muita facilidade para ler, tipo, leio umas duzentas páginas em uma hora mais ou menos, sou criativa, vejo imagens em tudo, por exemplo, posso achar que uma pêra com uma mancha é uma mulher de boca aberta. Bem, eu estou começando a treinar com espadas, e acho que vou me dar bem.
Fisicamente: não sou exatamente alta, tenho 1,62cm. Meus cabelos são longos e ruivos, um tanto cacheados. Minha pele é tão branca que às vezes acho que sou doente, meus olhos verdes se destacam facilmente em meu rosto, meu corpo é normal para uma garota de 15 anos, nada de exageros em nenhum lugar.
Psicologicamente: sou extremamente curiosa! "Não faça" para mim é um convite para se fazer algo. Não que eu seja obediente, mas eu preciso saber do motivo para fazer ou não fazer algo, se não, descubro por mim mesma. Digamos que eu sou uma criança no corpo de uma adolescente. Faço birra quando estou irritada ou quando não estou conseguindo resolver alguma coisa. Gosto de manter minha mente ocupada, ou então, inúmeras perguntas vão começar a surgir e me deixar louca! Estou sempre rindo, prefiro me preocupar em ajudar os outros com seus problemas do que ficar remoendo os meus.
Maiores temores: me tornar uma mulher inútil.
Objetivos e sonhos: aprender tudo o que eu conseguir aqui no Acampamento, obviamente receber missões no mundo exterior, e fazer com que minha mãe tenha orgulho de me chamar de filha.

D A D O S D O A C A M P A M E N T O
Quando chegou ao Acampamento Meio-Sangue? Qual sátiro o trouxe?
Não tem muito tempo, alguns meses, uns dois eu acho. O sátiro que me encontrou perdida em New York foi Lemony, que por sinal, faz tempo que não o vejo.
Participou de alguma missão? Como foi?
Ainda não, estou aqui tem dois meses, lembra?
Possui algum objeto/arma especial?
Ainda não também.
Habita o Acampamento apenas durante as férias?
Por enquanto, não. Se meu pai arrumar as coisas lá em casa, eu passarei apenas as férias aqui, mas não é o que desejo, quero ficar o ano todo no Acampamento.
Se dá bem com: Allidel Hobbes e com Peter Stocker. Allidel foi quem praticamente me acolheu aqui, e Peter é um garoto simplesmente simpático, divertido, sabe?
Não se dá bem com: Sophie Bell, uma amiga do Peter, por alguma razão, ela me odeia. Na verdade, quase ninguém do Acampamento se aproxima de mim, eu só gostaria de saber o motivo.
Atividades de preferência no acampamento: as aulas de pintura são extraordinárias! Arco e flecha também é uma maravilha! Mas claro, as aulas de esgrima são as melhores! Sabe, é bem legal segurar uma espada e imaginar todas as coisas que você pode tentar fazer com elas em um duelo.

H I S T Ó R I A
A vida é uma grande aventura, se soubermos vivê-la. É o que eu sempre digo. Vejam eu, por exemplo.
Nasci em Campbell, Texas. População? Incrivelmente 750 pessoas. Sim, foi nessa cidade pequena que eu morei até mais ou menos meus 6 anos de idade. Papai me criou muito bem, nunca senti falta de ter uma mãe. Ele me dizia que minha mãe achava Campbell muito pequena para ela e que nos deixou quando eu tinha apenas um ano. Eu poderia muito bem sentir muita raiva dela, mas meu pai não me ensinou assim, nem ele sentia mágoa dela, por que eu deveria sentir? Enfim, papai me criou muito bem. Tudo começou a ficar estranho quando mudamos para New York. Eu deveria ir para a 1° série, e fui, mas descobrimos que eu tinha dislexia e não demorou muito para o Défict de Atenção mostrar-se presente em mim também. Eu não conseguia ler e não conseguia ficar trancada na sala de aula. Apenas as aulas de Educação Física me satisfaziam, era onde toda a minha "carga" se esvaziava. Em meu quarto ano naquela escola, a dislexia estava um tanto mais amenizada, mas eu não me arriscava a ler nada em voz alta, do DDA estava menos insuportável, mas eu ainda me sentia incomodada dentro da sala.
Até que um belo dia, durante uma aula de Educação Física no sexto ano, eu estava treinando aquele arremesso de peso, e dai, um cachorro chegou perto de mim, me olhando de uma forma que me assustava muito, mas me encantava ao mesmo tempo. Eu me aproximei do cachorro, mas ele latiu pra mim e pulou em cima de mim. Enquanto ele pulava, se transformou em um leão com cabeça e asas de águia. Eu rolei para o lado antes que ele caísse em cima de mim. E pé na tábua! Comecei a correr pelo campo da escola, aquela coisa voando atrás de mim. Nunca senti tanta adrenalina como daquela vez, eu desviava, pulava e rolava para não ser atingida por aquela coisa. E então, um garoto que mancava e usava muletas apareceu segurando uma espada de forma desajeitada na mão, ele jogou a espada para mim e instantaneamente, eu espetei a espada naquela coisa. Ela soltou um piado horrível, misturado com um rugido, e virou pó. Eu olhei para o sátiro, sedenta de perguntas. A criatura eu sabia o que era, era um Grifo, mas, Grifos eram criaturas da mitologia grega, e mitologia grega era apenas mitologia grega, ficção, histórias que os gregos inventavam para explicar as coisas naturais.
O garoto disse que precisávamos ir para minha casa e que meu pai me explicaria tudinho. Tá, eu não conhecia o garoto e ele queria que eu o levasse para minha casa para conversar com o meu pai? Bem, eu tinha acabado de enfrentar um monstro mitológico, levá-lo até a minha casa não seria algo tão estranho assim.
E então, papai me disse quem era minha mãe. Uma deusa grega. Ele sempre se referia a ela assim, mas eu levava na esportiva, afinal, eu sempre imaginei minha mãe uma tremenda de uma gata, mas não sabia que era tão ao pé da letra. O garoto se apresentou como Lemony, um sátiro do Acampamento Meio-Sangue. Daí sim minha cara de "Ahaam, acredito muito, você é louco!" ficou ainda maior. Ele me convidou para ir para o tal do Acampamento, que havia milhares de crianças como eu, que eu estaria segura lá, mas eu não queria deixar meu pai, então, decidi que poderia ficar em casa. Lemony não ficou muito contente com isso, mas concordou. Disse que não iria largar do meu pé e que eu teria que aceitar que ele fosse meu amigo. Eu achei um tanto engraçado a forma como ele disse isso.
Bem, alguns meses depois disso, meu pai trouxe uma mulher para casa e me apresentou como sua namorada. Uma tal de Mariane. Eu não fui com a cara daquela mulher desde o primeiro momento, e acho que nem ela gostou muito de mim. Mas tudo bem, ela dizia que amava meu pai, então, o que eu poderia fazer?
E no final do ano, ela já era minha madrasta. Aquele maldito casamento!
Tudo estava um tanto quanto tranquilo, até minhas férias de verão serem perturbada por monstros novamente. Eu ainda não havia aceitado a ideia de que eu era uma semi-deusa, mas estava ficando claro. Píton, Quimera, Grifo de novo. Minha madrasta dizia que eu era muito bagunceira, uma garota inútil, que só bagunçava, bagunçava e ficava inventando historinhas para meu pai acreditar que quem fazia toda aquela destruição em casa não era eu e sim "monstros mitológicos". É, ela não conseguia vê-los, mas meu pai sim. Eu só queria saber por que. Lemony me explicou que havia uma Névoa, que impedia todos os humanos de verem a realidade, modificava a verdade aos olhos deles, isso afastava os curiosos. Mas nem ele soube me explicar por que meu pai conseguia enxergar através da Névoa. Disse que alguns humanos eram assim, talvez fossem menos humanos que o normal.
Uma bela noite, minha madrasta veio com toda aquela ladainha pra cima de mim, eu estava nervosa e resolvi revidar. O que me chocou, foi que me pai me repreendeu, não ficou do meu lado mesmo sabendo a verdade. Naquela hora, vi que meu lugar não era mais ali, subi para meu quarto, juntei tudo o que consegui em uma mochila, e desci pela janela, indo procurar o Lemony ou deixar que ele mesmo me encontrasse.
E então, eu cheguei ao tal Acampamento. Tem dois meses que eu estou aqui, conheço poucas pessoas, na verdade, só Allidel foi simpática comigo, Lemony saiu em missão novamente e não manda notícias desde então, e agora, tem mais alguém que está tentando fazer amizade comigo, Peter. Digamos que ele é... Incrível, por assim dizer.
avatar
Wendy D'Arck
atena
atena

Itens mágicos : Ambrósia: 2 garrafinhas & Néctar: 2 garrafinhas
Extras : Filha de Atena e novata no Acampamento, hell u_u

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum