Blood of Olympian
Seja muito bem vindo, caro Herói. Pegue suas armas e se prepare, o Acampamento corre perigo.Qual lado você prefere defender?

Todos sabiam que batalhas estavam prestes a acontecer. E enquanto Hades montava seu pequeno exército de cinco garotos extremamente poderosos e, definitivamente, com o genio do pai, os lideres campistas treinavam os semi deuses para a batalha final. Enquanto isso no Olimpo, os deuses decidiam o que fazer, e assim, Zeus permite mais uma vez que os deuses se comuniquem com seus filhos. Isto gerou extrema confusão, e divisão de opiniões, mas eles precisavam aceitar o sangue que era seu sangue, ou então, este sangue seria cruelmente derramado.


Blood of Olympian on Messenger:

group1467947@groupsim.com
enjoy! (:

Aviso Aviso
Zeus Poseidon Hades

20.12.2020 - tarde

Tempo frio, uma camada fina de neve cobre o gramado da Colina. Por motivos de segurança dos próprios campistas, todos os Semi-deuses foram aconselhados a voltarem para o Acampamento e passarem as festas lá.

Ações:

▪ Campistas regressando para a Colina
▪ Centauros enlouquecendo tentando conter as brigas
▪ Sátiros voltando de suas missões
▪ Ninfas dando as boas vindas aos campistas
▪ Caçadoras tentando manter-se afastadas dos campistas, principalmente dos garotos.

Últimos assuntos
» Que me lembra...
Sab Fev 12, 2011 1:28 pm por Sophie Bell

» Avatares&Sings
Seg Fev 07, 2011 3:56 pm por Charlie Wilson

» Aumenta o volume, deixa como está ou desliga o som? ♪
Dom Fev 06, 2011 7:21 pm por Charlie Wilson

» Assiste atento, só um pedaço ou quebra a tv?
Sab Fev 05, 2011 1:04 pm por Charlie Wilson

» Que horas são?
Sab Fev 05, 2011 1:02 pm por Charlie Wilson

» O que você diria se acordasse com a pessoa acima?
Sab Fev 05, 2011 12:35 pm por Charlie Wilson

» Lista de Cannons
Sex Fev 04, 2011 8:20 pm por Pamela Chanstan

» Pêra, uva, maçã, salada mista ♪
Sex Fev 04, 2011 12:44 pm por John Hook

» Stock One
Sex Fev 04, 2011 11:00 am por Phoebos


link do bottom
para parcerias, entre com o login Parceria, senha Blood5 e mande uma MP para a conta Olimpo contendo o link de seu fórum e o bottum.


Gossip Hightown Hogwarts Revelium where live the KANGAROOS Terra de Ninguém

EWING; Katherine

Ir em baixo

EWING; Katherine

Mensagem por Katherine Ewing em Sab Jan 01, 2011 10:43 pm


Katherine Eileen Ewing

I'm crazy but you like it. Loca!


18 anos, nascida em 02 de abril. Tem como pai o deus Apolo, deus da divina distância, das doenças e pragas, da cura, da beleza, perfeição, harmonia, equilibrio e razão. Sua mãe é Rebecca Ewing, casada há um bom tempo com Rudolf Ewing. Não tem irmãos, e agradece por isso.


More informations

Whataya want from me?


Minhas maiores habilidades são: Escalar montanhas é a minha preferida, eu tenho um enorme precipício por dançar também, mas não gosto muito dos corações cor de rosa saltitantes (vulgo, filhos de Afrodite) que são os melhores nisso, então sou um pouco perdida. Eu gosto de tomar sol, se isso conta a alguma coisa, o que me lembra que também gosto muito de praia, anyway. Sou loira, originalmente, mas estou mudando constantemente de cabelos ou de estilo, até mesmo porque acredito que como aparento ser fisicamente, é como estou me sentindo naquela época, mas a maior parte do tempo tento manter meus cabelos loiros, eu acho muito bonito. Eu também me cuido muito fisicamente, por isso tenho um corpo atlético e sei que sou muito atraente, já fui comparado com as corações cor de rosa saltitante e já disseram que sou, rum, gostosa como as filhas de Dionisio, portanto... Tento ser divertida o tempo todo, sou um pouco explosiva sabe, mas controlo o máximo possível, eu gosto de ver gente sorrindo, rindo e afins, então estou sempre tentando fazer os outros felizes. Eu gosto de treinar no acampamento, e todos os treinamentos me deixam mais calma, o que eu defino como algo muito bom a personalidade de uma pessoa. Tenho medo de que minha mãe quase morra novamente, e do minotauro. E meus maiores objetivos são: Perder o medo do minotauro, afastar Rudolf de minha mãe, ou que meu pai o faça.


My half-blood.

whataya know 'bout gods?


Cheguei ao acampamento meio sangue aos 12 anos, com o sátiro Alden Green, eu acho que foi ele, eu o achei tão sinistro que nunca fui muito atrás pra saber dele, tinham também uns outros caras, duas gêmeas e mais um a cara que acho que também estavam sendo escoltados, e mais o Jude, bem, eu não me esqueceria dele nunca. Participei de uma missão uma vez apenas, fui escoltar uma nova garota com um sátiro que já não está mais no acampamento, Cold, sim, o nome dele era frio, escoltamos Aya Storm, que por coincidência é minha meio-irmã, mas eu acho ela meio estranhinha então, não nos falamos muito. De meu pai uma vez eu recebi um troço, ele é uma pulseira e tal, mas eu ainda não sei o que faz, estou esperando me encontrar com ele pra entender.
Habita o Acampamento apenas durante as férias? É claro, eu não fico em casa com aquele maluco daquele Rudolf, mas eu sinto falta da minha mãe.
Me dou bem com todo ué, mas em especial com o Jude, eu acho que ele gosta de mim de verdade, eu quero dizer, como amigos sabe. Dificilmente tenho algo contra alguem, talvez não seja tão fofa com filhos de Afrodite, nada contra, apenas melosos demais.
Atividades de preferência no acampamento: Arco e Flecha, dançar, escalada.


My don't fairy tale.

i'm not your princess, is ain't a fairy tale.


Eu nasci sem pai, claro, todo meio sangue nasce sem o pai ou a mãe, mas eu sempre quis acreditar que eu era adotada. Deixe-me explicar. Minha mãe é louca, bem, ela foi internada em uma manicômio quando eu tinha onze anos, desde que Apolo apareceu em sua vida, tudo se transformou em um inferno, até mesmo a minha chegada, tudo em mim, lembrava a ela o fato de eu não ter um pai, e de ser uma criança semi-deus. Eu jamais acreditei nisso, é claro. Na realidade, eu a achava pirada, paranóica, como poderia ter poderes? Ser mais forte, mais veloz do que outras pessoas? Eu queria ser normal. Quando estava com oito anos, ela se casou novamente, toda a nossa vida estava voltando ao normal, e toda aquela história maluca de deuses, poderes mágicos e coelhos saltitantes que eram de contos de fadas estava sumindo de nossas vidas, e foi então, que o que era ruim, se tornou um inferno. Rudolf batia em minha mãe, roubava seu dinheiro e não trabalhava, mas ela insistia que era muito melhor. No meu aniversário de onze anos, ela e Rudolf brigaram por causa de um dinheiro que ela queria gastar para uma festa de aniversário para mim, meu padrasto enlouqueceu, quebrou metade da casa, e empurrou minha mãe da escada, ela perdeu muito sangue ao bater a cabeça, e Rudolf veio em minha direção, estava com as mãos em meus cabelos, me levantando no ar, quando eu ouvi um estalo e vi uma luz muito forte que me cegou momentaneamente, e aquela foi a única vez que vi meu pai verdadeiro. Minha mãe passou um bom tempo inconsciente e quando voltou a si, segundo os médicos, devido a falta de oxigenação no cérebro, ela iria perder muitos movimentos motores e afins, na realidade, ela apenas enlouqueceu, de fato ela não movimenta mais uma das mãos, porem, o maior problema foi que ela realmente ficou louca, Rudolf desapareceu é claro, ele não seria louco de ficar ali por perto, estava com medo do que Apolo poderia fazer com ele, o maior problema, é que o único motivo pelo qual Apolo voltou a nossa casa aquela noite, foi porque ela gostava de preservar seus filhos, eu não tenho nada contra ele, mas acredito que se ele tivesse me aceitado antes, me aconselhado antes, eu saberia que Rudolf não era bom como ela pensara e aquilo jamais teria acontecido. Eu tive que morar com a minha avó no ano seguinte, mas me sentia sempre sozinha. Até o dia, em que um cara manco e mais umas pessoas mais ou menos do meu tamanho chegaram a minha casa e disseram que eu precisava ir com eles, por qual motivo não sei, mas minha avó me deixou ir. E eu fui parar num tal de acampamento meio sangue. Agora eu entendia, eu era realmente uma filha de um deus. Todos sabiam que eu era filha de Apolo, mas saber quem era o pai, não era normal, foi o que causou boa revolta em todos, e eu permaneci sozinha, falava apenas com meus irmãos. Uma certa noite, tentei fugir do acampamento, eu achava o lugar monótono e sentia muita falta da minha mãe, gostaria de saber se ela ainda estava viva. Foi nessa mesma noite que descobri algo que tenho muito medo, e alguém que amo. Assim que pus os dois pés fora do portal, um boi grotesco apareceu em minha frente e começou a correr atrás de mim, foi sinistro, eu me debati contra arvores e galhos e cai, como sempre nos filmes de amor, a mocinha cai e é salva pelo mocinho, o único problema, é que quem apareceu para mim, estava longe de ser um mocinho. Jude Hanson apareceu e enfiou de cara uma espada no peito do bicho, mas não me ajudou a levantar, nem nada do tipo, apenas matou e saiu. Foi o primeiro monstro que vi, o Minotauro. Então os anos foram se passando, eu me acostumei a estar no acampamento, mas eu ainda me sentia sozinha, tudo o que conseguia pensar era em Rebecca, minha mãe. Até que um dia, não me pergunte qual o maior motivo, Jude veio falar comigo, me entrou um presente que era de meu pai, uma pulseira esquisita e grande, de ouro. Mas o que me pasmou com aquilo foi que, eu percebi naquele momento, que precisava de Jude em minha vida, e que todos os dias eu o procurava, mesmo que ele jamais falasse comigo. Mas desde que ele voltou ao acampamento aos 17 anos, sinto que ele tem me tratado de maneira diferente. Eu ainda sinto falta da minha mãe, claro, mas agora eu sei, que não estou mais sozinha, tenho todos os meus amigos, e tenho Jude comigo, por mais que ele não sinta tudo o que eu sinto, já é um começo tê-lo como amigo.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum